5 Dicas para Fazer Planilhas de Gastos


Para se administrar um lar com eficiência devemos ter absoluto controle de nossas finanças. Consumir e poupar sem planejamento, na base ”acho que tenho tanto“, é um convite para o gastos desnecessários, pagando preços mais altos e cair no endividamento. Confira dicas para fazer planilhas de gastos!

dicas de economia

Então sugere-se o bom caminho do controle financeiro que passa necessariamente pela organização uma planilha com todos as receitas (ativos) e despesas (passivos). Assim é possível planejar a economia pessoal e poupar dinheiro, gastando menos e melhor.

planilhas

Existem dezenas de planilhas disponíveis na internet, cada qual com suas características, facilidades e funções específicas. Veja cinco dicas para aperfeiçoar o uso desta ferramenta e alavancar os seus ganhos financeiros.

como fazer

1. Metas e objetivos – Um importante primeiro passo é estabelecer seus objetivos financeiros e utilizar a planilha como uma ferramenta para alcançá-los. “Pode ser “saldar dívidas”,”economizar para fazer investimentos”, ou “ guardar dinheiro para comprar a casa própria”. Fazer a planilha apenas por fazer vai parecer uma atividade vazia que será abandonada em pouco tempo. Crie seus objetivos e se comprometa com eles. Acredite, a satisfação de vê-los se realizar compensará, e muito, o esforço e economia realizados.

2. Campos obrigatórios – Tenha colunas para suas despesas fixas, aquelas que se mantém todo mês: contas de água luz, telefone, aluguel, cartão de crédito e mantenha os apontamentos atualizados. Anote também as despesas eventuais, aquelas que não ocorrem todos os meses como compra de roupas,farmácia, gasolina e o que mais houver. Por outro lado coloque as receitas fixas, como salário, vendas, comissões, free lances e as eventuais, como décimo terceiro salário, bonificações, etc. Assim você saberá exatamente quanto dinheiro tem entrado e saído das suas mãos, quais despesas podem ser cortadas.

dicas

3. Guarde as notas fiscais – E os recibos, canhotos, etc. A memória não é a melhor amiga quando falamos de finanças. Tenha todos estes documentos guardados e separe algumas horas na semana para lançá-los na planilha. Sem isto, os cálculos serão equivocados e você terá uma visão equivocada das próprias economias.

4. Prepare-se para eventualidades – Nunca planeje o equilíbrio entre os ganhos e as despesas como se a vida fosse um relógio suíço. Deixe sempre uma margem para gastos extras e imprevistos, tais como compras extras, custos médicos, viagens e etc. Deixe sempre algum dinheiro para estes momentos e, se eles virem, você estará pronto, e se não, terá mais algum para poupar ou investir.

como fazer

5. Se permita viver – Pouco adiantará economizar cada centavo, levar uma vida espartana e não se permitir nenhum lazer ou compra extra eventual por ter se tornado “escravo da planilha”. Desde que mantenha a dica de ter como gasto máximo com as despesas fixas cerca de um terço de todos os seus rendimentos e os demais custos sob controle, nada pode o proibir de ir a um cinema, presentear a pessoa amada ou fazer um passeio. Economize para viver melhor e não viva para economizar melhor.

planilhas de gastos

Este é o básico para fazer seu planejamento financeiro pessoal ou familiar. Adapte as planilhas para a sua vida e necessidades específicas. Isto vai mostrar o que melhor pode fazer com a sua renda, como consumir sem se endividar e atingir objetivos que antes pareciam distantes e dependentes de um prêmio de loteria.

O que você achou das dicas de como fazer planilhas de gastos? Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)